Os maiores mitos sobre Imposto de Renda

Os Maiores Mitos Sobre o Imposto de Renda

Nem tudo que você lê sobre impostos é verdade. Existem algumas coisas em que você pode acreditar sobre impostos que são completamente falsas. Muitos rumores e mitos sobre impostos de renda no Brasil e há um bom motivo para isso. Muitos estados nem sempre são bons em permitir que os donos de empresas saibam como se manter em conformidade.

Hoje quero dissipar alguns dos mitos sobre Imposto de Renda mais comuns que ouvimos e desvendar um pouco do mistério dessa tarefa que muitas pessoas enfrentam.

 

MITO 1: NÃO PRECISO DECLARAR IMPOSTO DE RENDA PORQUE SÓ VENDO ONLINE

A verdade é que qualquer venda de bens tributáveis, seja online, em uma loja física ou em uma feira de artesanato, é tributável. Sempre há exceções, é claro, mas por uma questão de imposto sobre vendas, as vendas pela Internet seguem as mesmas regras das vendas presenciais.

 

MITO 2: DEVO DECLARAR IMPOSTO SOBRE TODOS OS ÍTENS QUE VENDO

A maioria dos “bens pessoais tangíveis” é tributável, mas a palavra-chave é “a maioria”. Em alguns estados, itens considerados de primeira necessidade – como mantimentos, roupas, remédios ou livros didáticos – não são tributáveis. Em outros estados, esses itens são tributados a uma alíquota inferior diferente.

Cada estado decide o que é e o que não é tributável. Se você tiver dúvidas sobre se o que você está vendendo é tributável ou não, entre em contato com nossa contabilidade para auxiliar você.

 

OS MAIORES MITOS 3: PAGUEI IMPOSTO SOBRE UM ITEM, ENTÃO NÃO DEVO DECLARAR SE EU REVENDE-LO

Se você vende um item tributável no varejo, é obrigado a coletar o imposto sobre vendas, mesmo que tenha pago imposto sobre vendas quando comprou o item. Muitas vezes ajuda pensar no imposto sobre vendas como um imposto sobre a transação, em vez de um imposto sobre o item real.

Felizmente, existem maneiras de contornar o pagamento de impostos sobre vendas de itens que você pretende revender. Se você tiver uma licença de vendedor (necessária para coletar o imposto sobre vendas), geralmente pode comprar itens sem impostos no varejo usando um certificado de revenda.

 

OS MAIORES MITOS 4: NÃO PRECISO DECLARAR IMPOSTO DE RENDA TODOS OS ANOS

Esse mito pode custar-lhe dinheiro. Sempre preencha uma declaração de imposto sobre vendas quando chegar a data de vencimento, mesmo que você não tenha recolhido um centavo no ano.

Alguns acreditam que estudantes e aposentados não precisam declarar impostos, geralmente porque a renda desses grupos tende a ser muito baixa. Mas as pessoas de baixa renda não estão isentas de depósito, embora haja alguns casos em que você possa estar. Se você ganha abaixo de um determinado limite ou atinge uma faixa etária específica, pode se qualificar para obter ajuda gratuita de impostos.

A menos que a Receita Federal indique o contrário, quase todos são obrigados a apresentar uma declaração de imposto de renda. Se você não tiver certeza, a Receita Federal pode ajudá-lo a determinar se você precisa declarar impostos ou não. Você precisará saber o status do seu pedido, o imposto de renda federal retido e algumas informações básicas para ajudar a determinar sua renda bruta.

O aplicativo da Receita Federal pode ajudar a simplificar a matemática para determinar isso. Dito isso, se você acha que pagou impostos a mais, a única maneira de obter uma restituição de imposto é apresentando uma declaração de imposto.

 

MITO 5: SUA RENDA SECUNDÁRIA É ISENTA DE IMPOSTOS

Se você ganha dinheiro com seu trabalho paralelo, você precisará informar isso em seus impostos. O governo precisa saber quanto dinheiro você levou para casa no ano passado por meio de cada fluxo de receita que possui, incluindo transações em dinheiro.

A renda gerada por você pode tanto ajudar quanto prejudicar seus impostos. Você pode gastar mais tempo declarando seus impostos e pode até mesmo acabar pagando imposto de trabalho autônomo, mas existem alguns créditos e deduções para os quais você poderia se qualificar.

Os autônomos podem deduzir algumas das despesas de sua casa ou veículo se forem usados ​​para negócios. Você também pode reivindicar despesas educacionais e custos de seguro saúde se seu trabalho diurno não cobrir esses custos para você.

Deixe seu Comentário
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on print
Print
Share on email
Email
X
Olá, estamos ansiosos para falar contigo.